Papiro sobre a Eucaristia com 1500 anos de antiguidade é encontrado na Inglaterra



Papiro sobre a Eucaristia com 1500 anos de antiguidade é encontrado na Inglaterra


Um pedaço de papiro que conserva várias citações bíblicas sobre a Eucaristia foi descoberto pela Doutora Roberta Mazza, investigadora do John Rylands Research Institute da Universidade de Manchester, no Reino Unido. O documento se refere ao Sacramento sob o nome de “Maná do Céu” e
ao que parece era conservado em um relicário e portado por seu autor como uma proteção espiritual. A origem do texto é uma vila do Egito e o papiro data do Século VI.


O papiro foi encontrado pela investigadora enquanto examinava milhares de fragmentos de documentos históricos não publicados que estão guardados nos cofres da Biblioteca John Rylands, segundo informou a Universidade de Manchester. Através de uma análise com técnicas de imagens espectrais, se logrou determinar que o texto devoto foi escrito no verso de um documento comercial certificado pelo cobrador d e impostos da Vila de Tertembuthis, na zona rural da antiga cidade de
Hermoupolis.




Segundo a Dra. Mazza, o autor da peça cortou uma parte do documento, escreveu atrás a oração e então “havia dobrado o papiro para conservá-lo em um relicário ou pendente. Esta é a razão pela qual o recibo de impostos no exterior foi danificado e desbotou”. Para a especialista,  este uso poderia ser comum entre os crentes, que haviam adaptado a Fé Cristã ao costume dos povos egípcios de portar orações pagãs como proteção de diversos perigos.


mana_do_ceu.jpg
o papíro


Este documento combina de maneira criativa várias passagens do Novo e do Antigo Testamento em relação com o Sacramento da Eucaristia, ao que chama “Maná do Céu” segundo o Samo 23. Também faz referência ao relato da instituição da Eucaristia no capítulo 26 do Evangelho segundo São Mateus e outros textos da Sagrada Escritura. O manuscrito também é uma mostra da apropriação e valorização dos textos sagrados por parte do comum da povoação, já que o autor parece ser um residente de uma vila sem aparente relação com o sacerdócio ou o estudo acadêmico.


É duplamente fascinante”, comentou a investigadora ao referir-se ao autor do texto, “porque claramente conhecia a Bíblia, mas cometeu muitos  erros: algumas palavras estão mal escritas e outras estão em ordem equivocada. Isto sugere que escreva a partir de seu coração ao invés de
estar copiando”. Isto oferece uma perspectiva nova sobre a extensão do cristianismo na época. “É bastante emocionante”, expressou a Dra. Mazza. “Graças a esta descoberta, agora pensamos que o conhecimento da Bíblia estava mais arraigado no Egito do século VI que o que pensávamos
previamente”.


Vários acadêmicos da Universidade de Manchester celebraram a descoberta e destacaram o trabalho dos investigadores e a contribuição que as bibliotecas fazem na preservação do conhecimento ao redor do mundo.


O texto completo do papiro é:


“Temam todos que dominam a terra. Conheçam suas nações e povos que
Cristo é nosso Deus. Porque Ele falou e eles chegaram a existir, Ele deu
a ordem e foram criados; Ele pôs tudo sob nossos pés e nos salvou de
nossos inimigos. Nosso Deus preparou uma mesa sagrada no deserto para o
povo e deu o maná da nova aliança para comer, o Corpo imortal do Senhor e
o Sangue de Cristo derramado por nós para o perdão dos pecados”.


Por Gaudium Press fonte: Papiro sobre a Eucaristia com 1500 anos de antiguidade é encontrado na Inglaterra | Catholicus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...